domingo, 8 de agosto de 2010

Novidades no remake de "The Girl with the Dragon Tattoo"



Há medida que passam as semanas, as novidades acerca da produção do remake The Girl with the Dragon Tattoo, continuam a acumular-se.

Depois do anúncio das cinco candidatas ao papel de Lisbeth Salander no filme (Emily Browning, Sophie Lowe, Sarah Snook, Rooney Mara e Léa Seydoux), muita coisa mudou. Ao início, o número aumentou para seis candidatas, após surgir o rumor que a jovem actriz britânica Katie Jarvis, protagonista de Fish Tank (2009), estaria listada entre o casting. Mas entretanto, também os nomes de Ellen Page e Mia Wasikowska surgiram de novo, mesmo já tendo sido aparentemente afastadas das potenciais candidatas, enquanto que Natalie Portman negou os rumores que a ligavam ao projecto. Contudo e suspirem de alívio os fãs da trilogia Millennium, que a rapper sul-africana Yo-Landi Vi$$er já desmentiu também o seu interesse em protagonizar o filme de David Fincher. Notícias mais recentes indicam porém que o casting para protagonista está neste momento limitado a duas actrizes: Emily Browning (Sucker Punch) e Rooney Mara (The Social Network).



Mas não só de potenciais candidatos se faz o casting do remake americano do filme sueco Män som hatar kvinnor. Depois da confirmação de Daniel Craig como o jornalista Mikael Blomkvist, o actor sueco Stellan Skarsgård (Dogville) foi também dado como certo para o papel de Martin Vanger, um dos suspeitos chave da história. Entretanto também a actriz Robin Wright Penn (The Private Lives of Pippa Lee) foi indicada para interpretar o papel de Erika Berger, editora da revista Millennium e que tem um caso romântico com Mikael Blomkvist.

The Girl with the Dragon Tattoo será filmado na Suécia, mas as cenas interiores serão filmadas nos Estados Unidos. Entretanto, o argumentista Steven Zaillian (Schindler's List) já foi convidado pela Sony para escrever o argumento da sequela do filme The Girl Who Played with Fire (2012), mas David Fincher já indicou que antes de fazer uma sequela tem de criar um filme original (mesmo que remake) que faça as pessoas quererem ver o seguimento.

Sem comentários:

Publicar um comentário