quarta-feira, 13 de abril de 2016

Estreias 14 Abril'16: Kishibe no tabi, Chronic, L'attesa, Bakemono no ko, Omoide no Mânî, Was bleibt, The Boss, The Jungle Book, Ainda não acabámos como se fosse uma carta, The 33, Criminal, O Rio do Ouro

Dia 14 de Abril pode contar com as seguintes estreias numa sala de cinema perto de si:

Destaques:

  Rumo à Outra Margem (Kishibe no tabi)
Ano: 2015
Género: Drama
Elenco:   , ,
Há já três longos anos que Yusuke, o marido de Mizuki, desapareceu inexplicavelmente. Agora, sem que ela esperasse, ele voltou. Durante todo esse tempo, ela esforçou-se por continuar a sua vida, sofrendo em silêncio e tentando encontrar razões que justificassem o seu afastamento. Ele explica-lhe que a sua ausência se deveu a um trágico acidente onde morreu afogado. É o fantasma de Yusuke que está perante ela. Ele quer levá-la numa longa viagem pelo caminho que percorreu para que Mizuki conheça todos os que foram cruzando com ele. Nessa jornada, ambos se vão sentir redefinir, tanto como seres humanos, como enquanto casal… Com realização e argumento do japonês Kiyoshi Kurosawa ("Cure", "Castigo", "Sonata de Tóquio"), conta com Tadanobu Asano e Eri Fukatsu nos papéis principais. "Rumo à Outra Margem” foi o vencedor do prémio Un Certain Regard na edição de 2015 do Festival de Cinema de Cannes.

Outras sugestões:

Chronic (Chronic)

Ano: 2015
Realização:
Argumento:
Género: Drama
Elenco:  , ,
David é um enfermeiro ao domicílio vocacionado para cuidados paliativos de doentes crónicos ou em estado terminal. Totalmente devotado aos seus pacientes e decidido a aliviar-lhes o sofrimento, cria laços com cada um deles, percebendo a sua dor particular e as suas necessidades emocionais mais profundas. Nos seus tempos livres, isola-se do mundo, numa existência como que anestesiada. Ajudar os outros parece ser a única maneira de resistir à sua própria dor... Nomeado para a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes de 2015 – onde arrecadou o prémio de Melhor Argumento –, conta com realização e argumento do mexicano Michel Franco ("Depois de Lucía", "Daniel e Ana"). Tim Roth, Sarah Sutherland, Bitsie Tulloch, David Dastmalchian, Tate Ellington, Claire van der Boom, Maribeth Monroe e Robin Bartlett encarnam as personagens.


A Espera (L'attesa)

Ano: 2015
Anna deixa-se levar pelo passar dos dias, percorrendo sem rumo a enorme mansão onde vive, na Sicília. Tudo à sua volta é silencioso e triste. Não fossem os poucos contactos que vai tendo com Pietro, o encarregado, e ela viveria em total reclusão. Um dia, chega Jeanne, uma jovem que diz ser namorada de Giuseppe, o filho de Anna. Segundo ela, os dois combinaram encontrar-se ali para os festejos da Páscoa. Enquanto esperam por ele, as duas mulheres aproveitam para se conhecerem e saberem outras facetas de Giuseppe. Porém, por mais que aguardem, parece que não há forma de ele retornar a casa… Primeira incursão na realização a solo de Piero Messina, conhecido pelas suas participações como assistente de realização dos premiados "Este é o Meu Lugar" (2011) e "A Grande Beleza" (2013), ambos de Paolo Sorrentino. "A Espera" inspira-se vagamente em "La vita che ti diedi" e "La camera in attesa", duas peças do nobelizado escritor italiano Luigi Pirandello (1867-1936). Juliette Binoche e Lou de Laâge dão vida às protagonistas.

O Rapaz e o Monstro (Bakemono no ko)

Ano: 2015
Realização:
Argumento:
Género: Animação
Órfão de pai e mãe, o pequeno Kyuta sobrevive como pode nas ruas de Tóquio (Japão). Um dia, sem saber como, vê-se em Jutengai, um mundo imaginário de onde não consegue sair. Ali conhece estranhas criaturas que lhe parecem ainda mais ameaçadoras do que os adultos da sua cidade. Entre elas está Kumatetsu, um lutador de artes marciais que, apesar da aparência feroz, acaba por se assumir como uma espécie de pai e mentor de Kyuta. A relação, nem sempre pacífica, entre o rapaz e aquele monstro, torna-se cada vez mais íntima e profunda, com cada um a compensar as necessidades do outro… Um filme de animação sobre o valor da amizade, escrito e realizado por Mamoru Hosoda.

Memórias de Marnie  (Omoide no Mânî)
Ano: 2014
Género: Animação
Anna, de 12 anos, vive em Sapporo (Japão) com os pais adoptivos. A relação entre os três é distante, o que faz de Anna uma menina insegura e muito introvertida. Um dia, por razões de saúde, é enviada para passar o Verão numa pequena aldeia perto da praia, em casa de uns parentes. Lá, durante um dos seus passeios solitários, descobre uma mansão aparentemente abandonada, mas estranhamente familiar, onde vive uma rapariga da sua idade chamada Marnie. Ao conhecerem-se, um elo inexplicável surge entre elas e Marnie acaba por se tornar a sua primeira grande amiga. Mas a descoberta desta amizade vai trazer revelações que transformação a vida de Anna para sempre... Com realização do japonês Hiromasa Yonebayashi ("O Mundo Secreto de Arrietty"), um filme de animação que se baseia na novela "When Marnie Was There" do escritor inglês Joan G.Robinson (1910-1988). Nomeado para o Óscar de Melhor Filme de Animação, "Memórias de Marnie" foi o vencedor do Grande Prémio Monstra na edição de 2016 do Festival de Animação de Lisboa.

O Que Nos Resta?  (Was bleibt)
Ano: 2012
Realização:
Argumento:
Género: Drama
Elenco:   , ,
Marko, um escritor na casa dos 30, vive em Berlim, na Alemanha, desde os tempos da universidade. A relação com a família nunca foi pacífica e hoje a convivência reduz-se a duas ou três visitas por ano. Desde muito novo que se sente pouco identificado com o modo de vida burguês de ambos os progenitores. Porém, decidido a não prejudicar a relação do seu próprio filho com os avós, aceita reunir-se na casa paterna para um fim-de-semana no campo. Mas o que se previra relativamente tranquilo ganha proporções inesperadas quando a mãe, uma pessoa mentalmente desequilibrada desde tenra idade, decide deixar de tomar a medicação. Os conflitos sucedem-se e as tristes recordações do passado vêm novamente ao de cima… Em competição no Festival de Cinema de Berlim, um drama familiar realizado por Hans-Christian Schmid segundo um argumento de Bernd Lange. O elenco conta com a participação de Lars Eidinger, Sebastian Zimmler, Corinna Harfouch, Egon Merten e Eva Meckbach, entre outros.

A Chefe (The Boss)
Ano: 2016
Género: Comédia
Elenco:  , ,
Michelle Darnell é conhecida tanto pela sua fortuna como pelo seu feitio irascível. Habituada a mandar, transforma num inferno a vida de todos os que com ela convivem. Mas tudo muda de figura quando, após uma investigação, é considerada culpada num caso de corrupção. Depois de algum tempo atrás das grades, é-lhe concedida a liberdade condicional. Determinada a reerguer-se e a recuperar os milhões que perdeu no decurso do processo, percebe que, depois de tantos anos a humilhar amigos e colaboradores, só lhe restou o apoio de Claire, a assistente que durante anos explorou, e de Rachel, a filha desta. Apesar de um início difícil, as três acabam por criar algo muito parecido com uma amizade verdadeira. É com elas que a ex-milionária vai aprender que existem coisas que o dinheiro não pode comprar e, que se aliarmos a estratégia empresarial à lealdade e cooperação, (quase) tudo se torna possível… Uma comédia com realização de Ben Falcone ("Tammy") segundo um argumento seu, de Steve Mallory e da actriz Melissa McCarthy, sua companheira. Para além de McCarthy no papel principal, o filme conta com a participação de Kristen Bell, Peter Dinklage, Ella Anderson e Kathy Bates, entre outros.

O Livro da Selva (The Jungle Book)
Ano: 2016
Realização:
Argumento:
Mogli foi abandonado na selva indiana ainda bebé. Incapaz de cuidar de si próprio, o pequeno foi resgatado pela pantera Baguera e criado no seio de uma alcateia. Apesar das dificuldades em ser aceite por todas as criaturas selvagens, ele foi crescendo saudável, adquirindo os hábitos da sua família adoptiva. Mas, quando já mais crescido, se dá conta de que já não é bem-vindo na selva por fazer parte da espécie humana, vê-se obrigado a partir para a terra dos homens, o lugar a que verdadeiramente pertence. Ao seu lado seguirá a sempre protectora Baguera e o alegre urso Balu. A viagem promete muitas aventuras, mas também algumas dificuldades… Produzido pela Walt Disney Pictures, um filme para toda a família que conta com a realização de Jon Favreau ("Homem de Ferro", "O Chef") segundo um argumento de Justin Marks. Adaptação da célebre obra de Rudyard Kipling, inspira-se também no clássico de animação da Disney, realizado por Wolfgang Reitherman, em 1967. Os seus criadores usaram a mais recente tecnologia para contar a história de uma forma realista, misturando a interpretação em imagem real do jovem actor Neel Sethi, com cenários e personagens concebidos em computador. Na versão original, as vozes pertencem a Bill Murray, Ben Kingsley, Idris Elba, Lupita Nyong'o, Scarlett Johansson, Giancarlo Esposito e Christopher Walken.

Ainda não acabámos como se fosse uma carta
 (Ainda não acabámos como se fosse uma carta)
Ano: 2016
Realização:
Argumento:
Género: Documentário
Com produção dos Artistas Unidos e realização de Jorge Silva Melo (fundador e director artístico da companhia, além de encenador e dramaturgo), um documentário que atravessa meio século e inclui depoimentos de muitos dos que se foram cruzando com o realizador – Álvaro Lapa, Jean Jourdheuil, Spiro Scimone, Jorge Martins, José Medeiros Ferreira, Manuel Wiborg, Fernando Lemos, Luiza Neto Jorge, Sofia Areal –, bem como a participação de Américo Silva, António Simão, Catarina Wallenstein, Elmano Sancho, Isabel Muñoz Cardoso, Sylvie Rocha, João Pedro Mamede, Pedro Carraca, João Meireles, Vânia Rodrigues, Maria João Pinho, João Aboim, Maria João Luís, Miguel Borges, Pedro Gil, Rita Brütt, Rúben Gomes, etc. Nas palavras de Silva Melo, este é um filme "como se fosse uma carta” aos que, contra todas as adversidades, se tornaram actores. "Sou eu que escrevo esta carta (...), sim, sou eu. Não tanto para falar de mim, mas do que me prometeram, daquilo que perdi, daquilo que consegui continuar (…). O mundo que imaginei meu seria assim, simples, sem enfeites. Foi o que me prometeram tantos dos que vieram antes de mim. Visito aqui os locais – nem todos – que me disseram seriam os da minha vida (…). Em Lisboa, ou em Paris, onde trabalhei e onde me sinto em casa. Ou Roma onde não cheguei a instalar-me. Lembro muita gente que me contou o mundo – mas nem todos… É uma carta. Ou... É um auto-retrato (auto-filme? auto-golo) comigo de costas: para que quem veja, veja o que eu vejo. Aquilo que vejo (vi, verei) será aquilo que sou? Mas é uma carta, é a ti que quero contar, a ti, rapaz que quiseste ser actor."

Os 33 (The 33)
Ano: 2015
Género: Drama, Biografia
Elenco: , ,
A 5 de Agosto de 2010, um desabamento de terra soterrou a única entrada e saída da mina de San José, no Chile, aprisionando 33 trabalhadores a quase 700 metros de profundidade. As operações de resgate começaram no dia seguinte, tendo sido criado um canal de ventilação para a possibilidade, ainda que remota, de poderem existir sobreviventes. Depois de muitos esforços das equipas de resgate, só 17 dias depois do incidente é que os homens foram localizados com vida, renovando a esperança e o vigor de todos os intervenientes. Este filme retrata a tragédia por eles vivida debaixo de terra, o drama das famílias que esperavam ansiosamente por notícias e, finalmente, o empenho das equipas de salvamento, que tudo fizeram para encontrar uma forma de os manter vivos até ao momento em que fosse possível a sua retirada. Isso aconteceria às 23h55 (hora local) do dia 12 de Outubro, 69 dias depois do desabamento, quando foi finalmente iniciado o processo de retirada de cada um dos mineiros através de uma cápsula construída para o efeito. A sua extraordinária história de sobrevivência e companheirismo comoveu milhões em todo o mundo… Um filme sobre resiliência, coragem e solidariedade que adapta o livro "Na Escuridão", de Hector Tobar. A realização fica a cargo da mexicana Patricia Riggen ("A Mesma Lua", "Adulta à Força"). O elenco inclui Antonio Banderas, Rodrigo Santoro, Juliette Binoche, James Brolin e Juan Pablo Raba.

Criminoso (Criminal)
Ano: 2016
Realização: 
Argumento: Douglas Cook, David Weisberg
Género: Thriller, Acção
Elenco: , ,
A fim de acabar com uma conspiração de consequências imprevisíveis, o Governo norte-americano decide arriscar um novo procedimento: implantar as memórias de Bill Pope, um agente secreto da CIA morto em funções, no corpo de Jericho Stewart, um psicopata condenado à morte. Imprevisível e muito perigoso, Stewart é incapaz de sentir empatia, remorsos ou de calcular o alcance das suas acções. A sua inteligência extraordinária, assim como a óbvia situação de condenado, fazem dele a última esperança para concluir a missão deixada incompleta por Pope. Para todos os efeitos, a sua mente possui agora dados importantíssimos que poderão salvar a vida de milhares de pessoas. O problema é que, contra todas as previsões, o criminoso não adquire apenas as memórias de Pope, mas também vários traços da sua personalidade… Com realização de Ariel Vromen ("Sem Confiança", "Um Homem de Família") e argumento de Douglas Cook e David Weisberg, um "thriller" que conta com Kevin Costner, Ryan Reynolds, Gary Oldman, Tommy Lee Jones e Gal Gadot, entre outros.
 
O Rio do Ouro (O Rio do Ouro)
Ano: 1998
Género: Drama
Elenco:  , ,
António, um velho patrão de um barco-draga, e Carolina, uma velha guarda-cancela, casam-se. Um dia, Mélita, a sobrinha, cai ao Rio do Ouro e António salva-a. O velho sente-se atraído pela rapariga e Carolina fica com ciúmes. Num comboio, Zé dos Ouros, um cigano vidente, tenta vender um colar a Mélita, mas tem uma visão sobre uma vida passada da rapariga: ela matou o amante e pintou com sangue o quarto onde se encontravam. Aterrado, Zé foge, mas Carolina vai atrás dele.
Sinopses: Cinecartaz Público

Sem comentários:

Publicar um comentário