domingo, 27 de julho de 2014

Filmes de Jean-Marc Vallée, Jason Reitman e Noah Baumbach no Festival de Toronto 2014


O Festival Internacional de Cinema de Toronto 2014 exibirá The Judge, de David Dobkin, na sua sessão de abertura. O filme com Robert Downey Jr. como protagonista estreará depois em Portugal a 23 de Outubro. A Little Chaos, de Alan Rickman, é o filme de encerramento.

Entre alguns dos títulos anunciados para o festival, constam The Equalizer, de Antoine Fuqua; Samba, dos franceses Olivier Nakache e Eric Toledano; Wild, de Jean-Marc Vallée; The Drop, de Michaël R. RoskamWhile We're Young, de Noah Baumbach ou Men, Woman & Children; de Jason Reitman.

O Festival de Toronto 2014 decorre de 4 a 11 de Setembro.

Filme de abertura
The Judge, de David Dobkin

Galas
Black and White, de Mike Binder
The Equalizer, de Antoine Fuqua
Foxcatcher, de Bennett Miller
Haemoo, de Shim Sung-bo
The Judge, de David Dobkin
Maps to the Stars, de David Cronenberg
The New Girlfriend, de François Ozon
Pawn Sacrifice, de Ed Zwick
The Riot Club, de Lone Sherfig
Samba, de Olivier Nakache e Eric Toledano
This is Where I Leave You, de Shawn Levy
Wild, de Jean-Marc Vallée

Filme de encerramento
A Little Chaos, de Alan Rickman

Apresentações especiais
99 Homes, de Ramin Bahrani
American Heist, de Sarik Andreasyan
Before We Go, de Chris Evans
Breakup Buddies, de Ning Hao
Cake, de Daniel Barnz
Coming Home, de Zhang Yimou
The Dead Lands, de Toa Fraser
Dearest, de Peter Ho-Sun Chan
The Drop, de Michael R. Roskam
Eden, de Mia Hansen-Love
Farm From Men, de David Oelhoffen
Force Majeure, de Ruben Ostlund
The Gate, de Régis Wargnier
Good Kill, de Andrew Niccol
The Good Lie, de Philippe Falardeau
Hector and the Search for Happiness, de Peter Chelsom
The Humbling, de Barry Levinson
Hungry Hearts, de Saverio Costanzo
The Imitation Game, de Morten Tyldum
Kahlil Gibran's The Prophet, de vários realizadores
The Keeping Room, de Daniel Barber
The Last Five Years, de Richard LaGravenese
Learning to Drive, de Isabel Coixet
Love & Mercy, de Bill Pohlad
Manglehorn, de David Gordon Green
Mary Kom, de Omung Kumar
Men, Woman, and Children; de Jason Reitman
Miss Julie, de Liv Ullman
Mr. Turner, de Mike Leigh
My Old Lady, de Isarel Horovitz
Ned Rifle, de Hal Hartley
Nightcrawler, de Dan Gilroy
Pasolini, de Abel Ferrara
Phoenix, de Christian Petzold
The Reach, de Jean-Baptiste
Red Amnesia, de Wang Xiaoshuai
Return to Ithaca, de Laurent Cantet
Rosewater, de Jon Stewart
A Second Chance, de Susanne Bier
Still Alive, de Richarl Glatzer e Wash Westmoreland
The Theory of Everything, de James Marsh
Time Out of Mind, de Oren Moverman
Top Five, de Chris Rock
While We're Young, de Noah Baumbach
Whiplash, de Damien Chazelle
Wild Tales, de Damian Szifron

Trailer de "Whiplash", vencedor do Festival de Sundance 2014


Foi revelado um novo trailer para Whiplash, vencedor do Grande Prémio do Júri e do Prémio do Público para filme de ficção no Festival de Sundance 2014:


Baseado na curta-metragem homónima de Damien Chazelle (vencedora do Prémio do Júri em 2013), o filme segue a história de um jovem aprendiz de bateria, determinado a atingir a perfeição e tornar-se um dos melhores músicos de jazz. Miles Teller (The Spectacular Now) e J.K. Simmons (The Closer) são os protagonistas.

Whiplash estreia a 13 de Novembro, em Portugal.

Filmes de Abel Ferrara e David Gordon Green estreiam no Festival de Veneza 2014; Manoel de Oliveira fora de competição


Durante a passada semana, o Festival de Veneza revelou a programação para a sua edição de 2014. Com Birdman, de Alejandro González Iñarritú, como filme de abertura e The Golden Era, de Ann Hui, como filme de encerramento; a competição pelo Leão de Ouro far-se-á entre os novos filmes de Abel Ferrara, Fatih Akin, David Gordon Green, Xavier Beauvois ou Joshua Oppenheimer.

Fora de competição, destaque para a estreia de O Velho do Restelo. O mais recente filme do cineasta português Manoel de Oliveira foi filmado na cidade do Porto e pega na personagem derrotista de Os Lusíadas, associando-lhe uma leitura pessoal de textos de Miguel de Cervantes, Teixeira de Pascoaes e Camilo Castelo Branco, com excertos de filmes anteriores do cineasta. Ulrich Seidl, Lars von Trier (com a sua versão director's cut do segundo volume de Nymphomaniac), Joe Dante, Lisa Cholodenko, James Franco e Amos Gitai também apresentarão os seus mais recentes trabalhos na montra do festival.

Já na secção Giornate degli Autori destacam-se os novos filmes de Christophe Honoré ou Kim Ki-Duk, assim como do francês Laurent Cantent ou do espanhol Álex de la Iglesia.

Filme de abertura
Birdman, de Alejandro Gonzalez Iñarritú

Selecção oficial
99 homes, de Ramin Bahrani
A Pigeon Sat on a Branch Reflecting on Existence, de Roy Andersson
Anime nere, de Francesco Munzi
Birdman, de Alejandro Gonzaléz Iñarritú
Fires on the plain, de Shinya Tsukamoto
Good Kill, de Andrew Niccol
Hungry Hearts, de Saverio Costanzo
Il Giovane Favoloso, de Mario Martone
La rançon de la gloire, de Xavier Beauvois
Le dernier coup de marteau, de Alix Delaporte
Loin des hommes, de David Oelhoffen
Manglehorn, de David Gordon Green
Pasolini, de Abel Ferrara
Red Amnesia, de Wang Xiaoshuai
Sivas, de Kaan Müjdeci
Tales, de Rakhshan Bani E'temad
The Cut, de Fatih Atkin
The Look of Silence, de Joshua Oppenheimer
The Postman's White Nights, de Andrei Konchalovsky
Trois Soeurs, de Benoît Jacquot

Filme de Encerramento
The Golden Era, de Ann Hui

Fora de competição
Burying the ex, de Joe Dante
Dearest, de Peter Ho-sun Chan
In the Basement, de Ulrich Seidl
Italy in a Day, de Gabriele Salvatores
La Trattativa, de Sabina Guzzanti
La zuppa del demonio, de David Ferrario
Make Up, de Im Kwontaek
Nymphomaniac: Part 2 (Director's Cut), de Lars Von Trier
O Velho do Restelo, de Manoel de Oliveira
Olive Kitteridge, de Lisa Cholodenko
Perez, de Edoardo De Angelis
She's Funny That Way, de Peter Bogdanovich
The Boxtrolls, de Anthony Stacchi e Annable Graham
The Humbling, de Barry Levinson
The Sound and the Fury, de James Franco
Tsili, de Amos Gitai
Words with Gods, de vários realizadores

Panorama Orizzonti
Belluscone, de Franco Maresco
Bypass, de Duane Hopkins
Court, de Chaitanya Tamhane
Cymbeline, de Michael Almereyda
Heaven Knows What, de Josh e Ben Safdie
Hill of Freedom, de Hong Sangsoo
I Spy/I Spy, de Veronika Franz e Severin Fiala
Le vita oscena, de Renato De Maria
Line of Credit, de Salome Alex
Nabat, de Elchin Musaoglu
Near Death Experience, de Benoit Delépine e Gustave Kervern
Realité, de Quentin Dupieux
Senza nessuna pieta, de Michele Alhaique
The President, de Moshen Makhmalbaf
Theeb, de Naji Abu Nowar
These Are the Rules, de Ognjen Svilicic
Your Right Mind, de Ami Canaan Mann

Panorama Giornate degli Autori
Before I Disappear, de Shawn Christensen
Between 10 and 12, de Peter Hoogendoorn
El 5 de talleres, de Adrián Biniez
I nostri ragazzi, de Ivano de Matteo
Labour of Love, de Adityavikram Sengupta
Les nuits d'étè, de Mario Fanfani
Messi, de Alex de la Iglésia
Metamorphoses, de Christophe Honoré
One on One, de Kim Ki-Dul
Patria, de Felice Farina
Retour à Ithaque, de Laurent Cantent
The Farewell Party, de Sharon Maymon e Tal Granit
The Goob, de Guy Myhill
They Have Escaped, de Jukka Pekka Valkepaa

MTV renova "Teen Wolf" para uma quinta temporada


Durante a Comic-Con San Diego, os produtores da série Teen Wolf anunciaram a renovação da mesma para uma quinta temporada. Uma das maiores audiências do canal MTV, na sua quarta temporada a série tem vindo a registar a média de 1,7 milhões de espectadores.

A quinta temporada de Teen Wolf contará com vinte episódios, cuja exibição será dividida em duas partes.

Primeiro trailer de "Fifty Shades of Grey"


Foi revelado o primeiro trailer para Fifty Shades of Grey, adaptação cinematográfica do best-seller homónimo, com Beyoncé a reinterpretar o seu tema Crazy in Love:


Com realização de Sam Taylor-Johnson (Nowhere Boy) e argumento de Kelly Marcel (Saving Mr. Banks), o filme adapta a história de E.L. James, inicialmente criada como uma fan fiction de Twilight, e posteriormente alterada e editada para ser uma ficção erótica centrada no relacionamento entre uma estudante universitária (Dakota Johnson) e um milionário (Jamie Dorner). O livro envolve descrições explícitas de sexo e práticas de bondage, sadismo e masoquismo. O filme conseguiu reunir ainda um elenco improvável com nomes como Marcia Gay Harden (The Mist) e Jennifer Ehle (Zero Dark Thirty).

Cinquenta Sombras de Grey estreia em Fevereiro de 2015, em Portugal.

Leia também:

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Passatempo "Ciúme"

Facebook oficial: www.facebook.com/Legendmain

Estreia em Portugal a 31 de Julho!

Um homem de 30 anos vive com uma mulher num pequeno apartamento arrendado e mobilado. Ele tem uma filha com outra mulher - uma mulher que ele abandonou. Actor de teatro e muito pobre, ele é loucamente apaixonado por esta mulher. Esta tinha sido uma actriz em ascensão, mas todas as ofertas de trabalho acabaram. O homem faz tudo o que pode para lhe arranjar um papel, mas nada funciona. A mulher trai-o. E, depois, abandona-o. O homem tenta-se matar, mas não consegue. A sua irmã visita-o no hospital. Ela é tudo o que lhe resta - a sua irmã e o teatro.




Ciúme, de Philippe Garrel, fez parte da selecção oficial do Festival de Veneza 2013. O Split Screen e a Legendmain Filmes estão a oferecer convites duplos para a sessão especial do filme:

Dia 31 de Julho (Quinta-feira) - Lisboa | Cinema Medeia Monumental, às 21h30

Para se habilitar a ganhar um dos cinco convites duplos basta preencher correctamente o seguinte formulário:


Notas:
- O passatempo decorre até às 23h59 do dia 29 de Julho, sendo excluídas todas as respostas que chegarem depois desse prazo.
- Apenas será aceite uma participação por e-mail e por pessoa.
- Os premiados serão escolhidos entre todos aqueles que apresentarem uma participação válida - com as respostas correctas às questões, juntamente com todos os dados solicitados - e a escolha será definitiva a menos que se apresente um caso de fraude. A escolha é aleatória.
- O nome dos vencedores será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Em caso de não concordar com alguma destas regras, deverá abster-se de participar.
- Antes de participarem certifiquem-se que poderão comparecer no dia indicado. Em casos de força maior, deverão comunicar atempadamente a vossa ausência através do e-mail acima indicado. Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não cumprirem estas regras.
- Os convites estão limitados à lotação da sala. O Split Screen não se responsabiliza por eventuais lotações esgotadas que possam ocorrer na data indicada.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Passatempo O Guardião das Causas Perdidas



Carl Mørck não é o detetive mais popular da Divisão dos Homicídios de Copenhaga. Por isso, quando é criado o Departamento Q, com a missão de rever casos arquivados, Carl Mørck é designado para o dirigir. O seu primeiro caso é o de Merete Lynggaard, uma deputada que desaparecera cinco anos antes sem que a polícia conseguisse mais do que conjeturar uma aparente tentativa de suicídio. Toda a gente acha que ela está morta. Toda a gente diz que investigar o sucedido é uma perda de tempo. Mas, à medida que Carl Mørck começa a seguir as pistas que o seu colega havia descartado aquando da investigação inicial, descobre um caso com contornos inesperados e profundamente sinistros...

O Guardião das Causas Perdidas é o primeiro romance da série Departamento Q, assinada pelo autor multi-premiado Jussi Adler-Olsen. Já adaptado para o grande ecrã, a versão cinematográfica estreia em Portugal em julho de 2014.






No próximo dia 31 de Julho estreia nas salas portuguesas o filme O Guardião das Causas Perdidas, baseado no livro com o mesmo nome recém editado pela Editorial Presença.

É desse título, o primeiro da série Departamento Q protagonizada pelo detective Carl Mørck, que temos um exemplar para oferecer aos nossos leitores.

Para se habilitarem a este prémio bastará que demonstrem o vosso conhecimento sobre a obra em questão.




Regulamento:

- O passatempo decorre até às 23:59 do dia 31 de Julho, sendo excluídas todas as respostas que chegarem depois desse prazo.
- Apenas será aceite uma participação por e-mail e por pessoa.
- Além da correcção das respostas às questões lançadas, também o preenchimento dos dados pessoais são factor de exclusão, devendo por isso corresponderem às normas como são solicitados.
- Os premiados serão escolhidos entre todos aqueles que apresentarem uma participação válida e a escolha será definitiva a menos que se apresente um caso de fraude.
- A escolha é feita através de um sistema de selecção aleatória.
- O Split Screen reserva-se o direito de fazer uma selecção das respostas validadas quando se apresentarem circunstâncias duvidosas da legitimidade da origem das mesmas.
- O nome dos vencedores será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Em caso de não concordar com alguma destas regras, deverá abster-se de participar.
- O presente regulamento não substitui o conjunto de regras gerais definido para todos os passatempos do blogue, que deve ser consultado na secção "Termos e Condições" para qualquer dado omisso ou qualquer caso de dúvida.


Teaser poster de "Mad Max: Fury Road"

Durante a Comic-Con San Diego foi revelado o primeiro teaser poster de Mad Max: Fury Road:


Este é o quarto filme do franchise, agora com Tom Hardy (Warrior) no papel de Max Rockatansky e com Charlize Theron (Monster) como Imperator Furiosa. Ao elenco juntam-se ainda nomes como Rosie Huntington-Whiteley (Transformers: Dark of the Moon), Nicholas Hoult (X-Men: Days of Future Past) e Zoë Kravitz (X-Men: First Class).

Mad Max: Fury Road estreia a 15 de Maio de 2015, novamente com a realização de George Miller.

Novo teaser poster de "The Hunger Games: Mockingjay - Part 1"

Durante a Comic-Con de San Diego foi divulgado um novo teaser poster de The Hunger Games: Mockingjay - Part 1. O conceito está a cargo de WK Interact.


The Hunger Games: A Revolta - Parte 1 estreia a 27 de Novembro de 2014, em Portugal.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Passatempo O Guardião das Causas Perdidas



Mais informação no Facebook da Vendetta Filmes


Carl Mørck não é o detective mais popular da Divisão de Homicídios de Copenhaga. Assim, quando é criado o Departamento Q, com a missão de rever casos arquivados, Carl Mørck é designado para o dirigir.
O seu primeiro caso é o de Merete Lynggaard, uma deputada que desaparecera cinco anos antes sem que a polícia conseguisse mais do que conjecturar uma aparente tentativa de suicídio.
Toda a gente acha que ela está morta. Toda a gente diz que investigar o sucedido é uma perda de tempo. Mas, à medida que Carl Mørck começa a seguir as pistas que o seu colega havia descartado aquando da investigação inicial, descobre um caso com contornos inesperados e profundamente sinistros…
Com argumento de Nikolaj Arcel e tendo como base o best-seller de Jussi Adler-Olsen, O Guardião das Causas Perdidas foi o filme mais visto na Dinamarca em 2013.




O Split Screen e a Vendetta Filmes associam-se para oferecerem aos leitores do blogue a possibilidade de verem em primeira mão o filme O Guardião das Causas Perdidas, filme de Mikkel Nørgaard baseado num policial nórdico de grande sucesso e recentemente editado em Portugal.

A antestreia decorre no cinema NOS Amoreiras em Lisboa, na próxima quarta-feira 30 de Julho e estamos a sortear 5 convites duplos.

Como sempre, para se habilitarem ao prémio devem responder ao nosso desafio e cumprir com todos os requisitos exigidos no formulário e no Regulamento. Devem ainda ler os Termos e Condições do blogue.




Regulamento:

- O passatempo decorre até às 23:59 do dia 28 de Julho, sendo excluídas todas as respostas que chegarem depois desse prazo.
- Apenas será aceite uma participação por e-mail e por pessoa.
- Além da correcção das respostas às questões lançadas, também o preenchimento dos dados pessoais são factor de exclusão, devendo por isso corresponderem às normas como são solicitados.
- Os premiados serão escolhidos entre todos aqueles que apresentarem uma participação válida e a escolha será definitiva a menos que se apresente um caso de fraude.
- A escolha é feita através de um sistema de selecção aleatória.
- O Split Screen reserva-se o direito de fazer uma selecção das respostas validadas quando se apresentarem circunstâncias duvidosas da legitimidade da origem das mesmas.
- O nome dos vencedores será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Em caso de não concordar com alguma destas regras, deverá abster-se de participar.
- O presente regulamento não substitui o conjunto de regras gerais definido para todos os passatempos do blogue, que deve ser consultado na secção "Termos e Condições" para qualquer dado omisso ou qualquer caso de dúvida.


Passatempo "Quando a Noite Cai em Bucareste ou Metabolismo" + "Luminita"


Em exclusivo na Medeia Filmes a partir de 31 de Julho!
Em complemento: a curta-metragem "Luminita"!

Durante as rodagens do seu filme, Paul, o realizador, tem um caso com Alina, uma actriz que desempenha um papel secundário. No dia seguinte, supostamente o último dia de Alina nas filmagens, Paul decide filmar uma cena de nudez. Em vez de filmar a cena, o realizador diz ao produtor que lhe dói a úlcera que tem no estômago. O filme e a vida do cineasta gradualmente entrelaçam-se e as filmagens tomam um rumo inesperado.



Quando a Noite Cai em Bucareste ou Metabolismo, de Corneliu Porumboiu, fez parte da selecção oficial do Festival de Locarno 2013. O filme estreará em Portugal com a curta-metragem portuguesa Luminita, de André Marques, como complemento.

O Split Screen e a Leopardo Filmes estão a oferecer convite para a antestreia nacional dos filmes e que contará com a presença do cineasta português André Marques:

Dia 29 de Julho (Terça-feira) - Lisboa | Cinema Medeia Monumental, às 21h45

Para se habilitar a ganhar um dos vinte convite duplos que temos para oferecer basta preencher correctamente o seguinte formulário:


Notas:
- O passatempo decorre até às 23h59 do dia 27 de Julho, sendo excluídas todas as respostas que chegarem depois desse prazo.
- Apenas será aceite uma participação por e-mail e por pessoa.
- Os premiados serão escolhidos entre todos aqueles que apresentarem uma participação válida - com as respostas correctas às questões, juntamente com todos os dados solicitados - e a escolha será definitiva a menos que se apresente um caso de fraude. A escolha é aleatória.
- O nome dos vencedores será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Em caso de não concordar com alguma destas regras, deverá abster-se de participar.
- Antes de participarem certifiquem-se que poderão comparecer no dia indicado. Em casos de força maior, deverão comunicar atempadamente a vossa ausência através do e-mail acima indicado. Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não cumprirem estas regras.
- Os convites estão limitados à lotação da sala e devem ser levantados nas bilheteiras do cinema até meia hora do início da sessão. O Split Screen não se responsabiliza por eventuais lotações esgotadas que possam ocorrer na data indicada.

Estreias 24 Jul'14: The Immigrant, Higanbana, Ohayô, Akibiyori, Snowpiercer, Sex Tape e Qu'est-ce qu'on a fait au Bon Dieu?

Dia 24 de Julho, pode contar com as seguintes estreias numa sala de cinema perto de si:

Destaques:

  A Emigrante (The Immigrant)

Ano: 2013
Realização:
Argumento: ,
Género: Drama, Romance
Elenco: , ,
Deixando para trás a sua Polónia natal, as irmãs Magda (Angela Sarafyan) e Ewa (Marion Cotillard) chegam a Nova Iorque, em 1921, em busca do sonho americano. Porém, assim que desembarcam, são separadas. Magda, por estar doente, é colocada em quarentena. Ewa, por seu lado, é atirada para as ruas de Manhattan. Sozinha, indefesa e sem abrigo, rapidamente se torna vítima de Bruno (Joaquin Phoenix), um homem tão sedutor como manipulador, que a leva para o mundo da prostituição. Mas o rumo de Ewa vai alterar-se com a chegada de Orlando (Jeremy Renner), primo de Bruno, que ganha a vida com espectáculos de ilusionismo. É com a sua ajuda – e do seu amor – que Ewa ganha forças para se libertar daquele pesadelo. Mas os ciúmes de Bruno não vão facilitar-lhe a vida. Um drama romântico do cineasta de culto James Gray ("Nós Controlamos a Noite", "Duplo Amor", "Little Odessa"), que regressa a dois dos temas que melhor conhece e mais tem explorado: o estilo de vida americano, as raízes e a imigração (Gray é, ele próprio, descendente de uma família soviética que se mudou para os EUA). Além da realização, assina o argumento em parceria com Richard Menello. O filme foi apresentado na competição oficial do 66.º Festival de Cannes.
Outras sugestões:

Flor do Equinócio (Higanbana)

Ano: 1958
Género: Drama, Comédia
Elenco: , ,
Wataru Hirayama (Shin Saburi), um homem de negócios de Tóquio a quem os outros sempre recorreram para conselhos sentimentais ou familiares, vê-se confrontado com um conflito com a própria filha, Yukiko (Fujiko Yamamoto). O problema é que ele não aprova o homem com quem ela deseja casar-se e muito menos o facto de ter feito essa escolha sem o consultar. Centrado no tema mais caro a Yasujirô Ozu na fase final da sua obra – as relações familiares no Japão do pós-guerra – e baseado num romance de Ton Satomi, "A Flor do Equinócio" é um dos maiores exemplos da mestria e perfeição alcançadas pelo cineasta nipónico. Foi o seu primeiro filme a cores.

  Bom Dia (Ohayô)
Ano: 1959
Realização:
Argumento: ,
Género: Drama, Comédia
Elenco: , ,
Descontentes com a decisão dos pais, que recusam comprar uma televisão, dois irmãos resolvem fazer, como forma de protesto, uma greve de silêncio. É o início de um momento de crise, mas também de mudança no seio da família Hayashi. Da autoria do lendário realizador japonês Yasujirô Ozu, "Bom Dia" retoma um dos seus filmes anteriores, "Nasci, Mas..." (1932), mas trabalhando a cor e situando a trama no Japão do pós-guerra. O filme é considerado uma obra-prima da fase final da carreira do cineasta.

 O Fim do Outono (Akibiyori)
Ano: 1960
Realização:
Argumento: Kôgo Noda
Género: Drama
Elenco: , ,
Reunidos para lembrar Shuzo, que faleceu há sete anos, três dos seus amigos decidem que está na hora de encontrar um bom marido para a filha que deixou: a bela Ayako (Yôko Tsukasa), de 24 anos. Ela não quer casar-se tão cedo, mas isso não os demove de lhe procurar um pretendente. A resistência de Ayako tem um motivo: ela não quer sair de casa para não deixar sozinha a mãe, Akiko (Setsuko Hara), por quem, aliás, cada um dos três homens se sente há muito atraído. Além de ter de lidar com a determinação deles, a rapariga vai ter de enfrentar a possibilidade de um novo casamento da mãe. Realizado pelo japonês Yasujirô Ozu, um dos mais aclamados cineastas de sempre, "O Fim do Outono" baseia-se no romance homónimo do escritor Ton Satomi. O filme conquistou, em 1961, três prémios no Asia-Pacific Film Festival, nas categorias de melhor filme, actor secundário (Nobuo Nakamura) e fotografia.

Snowpiercer - Expresso do Amanhã (Snowpiercer)
Ano: 2014
Realização:
Argumento: Kelly Masterson
Género: Ficção-científica, Acção, Thriller
Elenco: , , , , , , e
Depois de uma tentativa falhada de combater o aquecimento global, a Terra entra em mais uma Idade do Gelo. Os poucos que sobrevivem conseguem-no porque embarcam num gigantesco comboio, o Snowpiercer. Este é dotado de uma locomotiva de movimento perpétuo e nunca pára de percorrer os 438 mil quilómetros de um circuito ferroviário que atravessa todos os continentes. Após anos de isolamento, aquele comboio acaba por equivaler, para os "passageiros", a todo o seu mundo. Aqui, a vida obedece a uma vincada estratificação social: as elites viajam nas carruagens da frente, com todas as mordomias e privilégios, enquanto os mais pobres penam na cauda do comboio. Existe também um ditador (divino para alguns), de nome Wilford, em nome do qual é feita propaganda destinada a manter uma rigorosa ordem. Mas há uma grande inssurreição iminente. Incitado por mensagens de origem misteriosa, um grupo forja um plano para tomar a locomotiva. É assim que o Snowpiercer se transforma, enquanto percorre toda a diversidade do planeta lá fora, em cenário de lutas pelo poder capazes de fazer descarrilar o destino de todos. Um "thriller" de ficção científica em cenário pós-apocalíptico, assinado pelo aclamado realizador sul-coreano Bong Joon-ho ("The Host - A Criatura", "Memories of Murder", "Mother - Uma Força Única"). Nasceu da adaptação da novela gráfica francesa "Le Transperceneige", criada no início dos anos 1980 por Jacques Lob e Jean-Marc Rochette. Premiado em vários festivais internacionais, o filme conta no elenco com actores como Chris Evans, John Hurt, Tilda Swinton, Ed Harris ou Jamie Bell.

Sex Tape - O Nosso Vídeo Proibido (Sex Tape)

Ano: 2014
Género: Comédia
Elenco: ,
Annie (Cameron Diaz) e Jay (Jason Segel) são um jovem casal como muitos outros. A intensa paixão do início foi cedendo lugar à rotina, ao cansaço e à falta de tempo. Agora, quase têm de marcar hora para conseguirem pôr o sexo na agenda. Determinados a reacender a chama do desejo e do prazer, têm uma ideia genial: filmar-se a experimentar toda uma panóplia de posições sexuais. Porém, sem darem por isso, um automatismo informático transfere o vídeo para a "nuvem" e torna-o visível para todos os amigos e familiares da sua rede. Desesperados, Annie e Jay só têm um objectivo em mente: descobrir uma forma de apagar aquele vídeo caseiro e evitar a todo o custo que se dissemine, antes que apimente muito mais do que a sua relação... Uma comédia realizada pelo norte-americano Jake Kasdan ("Professora Baldas"). No elenco, além de Diaz e Segel, surgem actores como Rob Corddry, Ellie Kemper ou Rob Lowe.

Que Mal Fiz Eu a Deus? (Qu'est-ce qu'on a fait au Bon Dieu?)


Ano: 2014
Género: Comédia
Elenco: , ,
Claude e Marie Verneuil (Christian Clavier e Chantal Lauby, respectivamente) formam um casal francês tradicional. São católicos e têm quatro filhas: Isabelle, Odile, Ségolène e Laure. O seu maior desejo é que cada uma delas constitua família com alguém que encaixe nos seus parâmetros conservadores. Mas, para sua desilusão, as três mais velhas escolhem para maridos Rachid, um advogado de origem argelina (a família trata-o por "Arafat"); David, um empresário judeu (o "Rabi"); e Chao, um gestor chinês (o "Jackie Chan"). Em nome da harmonia familiar e da felicidade das filhas, Claude e Maria acolhem-nos mas, apesar de todos os seus esforços, não conseguem esconder o desconforto. A sua última esperança é Laure. Quando ela lhes anuncia que vai casar-se e que o noivo é católico, eles respiram de alívio… Mas só até conhecerem o futuro genro, Charles Koffi, que é africano. Enquanto Marie fica cada vez mais deprimida, Claude decide partir para a acção e sabotar o casamento. Nesse processo, vai contar com um cúmplice improvável: o pai de Charles, que também não está nada interessado em ter uma família multicultural... Uma comédia sobre preconceitos e expectativas sociais, escrita e realizada por Philippe de Chauveron.
Sinopses: Cinecartaz Público

Comentários recentes no blogue

Powered by Disqus

Receive all updates via Facebook. Just Click the Like Button Below

?

You Can also Receive Free Email Updates:

Powered By NBT