quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Canal FX cancela "The Bridge"


Depois de duas temporadas, o canal FX optou por cancelar The Bridge. Remake da série sueco-dinamarquesa Bron/Broen, a segunda temporada registou a média de 1,11 milhões de espectadores, perdendo público em relação à temporada anterior.

The Bridge encerra a sua produção com duas temporadas e um total de vinte e seis episódios. A série original já foi renovada para uma terceira temporada e o seu remake franco-britânico, The Tunnel, deverá ser renovada para uma segunda, embora não haja ainda anúncio oficial.

Estreias 23 Out'14: Zwei Leben, Fury, St. Vincent, Fado Camané, Getúlio, De toutes nos forces e Postman Pat: The Movie

Dia 23 de Outubro, pode contar com as seguintes estreias numa sala de cinema perto de si:

Destaques:

  Duas Vidas (Zwei Leben)
Ano: 2012
Género: Drama
Elenco:, ,
1990. A Europa vive a transformação operada pela queda do muro de Berlim, que dividiu a Alemanha em duas partes durante mais de um quarto de século. Para Katrine, fruto da relação entre um soldado alemão e uma mulher norueguesa durante a época negra da Segunda Grande Guerra, este é um momento particularmente marcante. Apesar de ter nascido na Noruega, foi uma das vítimas do programa nazi designado de Lebensborn, que retirava das famílias biológicas as crianças que considerasse ser de pura raça ariana. Essas crianças eram levadas para a Alemanha, onde permaneceriam em orfanatos propositadamente criados para as acolher ou seriam adoptadas por famílias alemãs. Após o fim da guerra, já com 20 anos, Katrine conseguiu regressar ao seu país natal e reencontrar a família biológica, reconstruindo a sua vida. Agora, é feliz como esposa, mãe e avó. Porém, quando menos espera, é contactada por um advogado ligado à defesa dos direitos humanos que, conhecendo a sua história, lhe pede que dê o seu testemunho contra o Estado norueguês, que considera ter sido cúmplice dos alemães. Determinada a não remexer no passado, Katrine recusa. Contudo, por mais que se queira distanciar do que se passou, ela sabe que é chegado o momento de fazer a mais difícil escolha da sua vida: alimentar a mentira e continuar a sua vida como até aqui ou assumir a terrível verdade sobre o seu passado. Com realização do documentarista Georg Maas e de Judith Kaufmann, uma história dramática sobre os efeitos da Segunda Grande Guerra que se inspira na obra "Eiszeiten", escrita por Hannelore Hippe. Hippe colaborou no argumento do filme, em parceria com Maas, Kaufmann, Christoph Tölle e Ståle Stein Berg. O elenco conta com os actores Juliane Köhler, Liv Ullmann e Sven Nordin.
Outras sugestões:

Fúria (Fury)


Ano: 2014
Realização:
Argumento: 
Género: Drama, Crime, Thriller
Elenco: , , , e
Uma acção em dois tempos. No passado, Julien e Esther amam-se num quarto azul, secretamente, longe de tudo o que acontece para lá daquelas paredes. Tudo neles se move por um desejo descontrolado, ao ponto de se morderem até fazer sangue ou de trocarem falsas promessas de amor. No presente, Julien está numa esquadra de polícia e é interrogado sobre um pretenso crime de que não sabemos nada… Produzido por Paulo Branco, um drama realizado por Mathieu Amalric, que adapta o romance policial com o mesmo nome do escritor belga Georges Simenon. Léa Drucker, Stéphanie Cléau, Laurent Poitrenaux e o próprio Mathieu Amalric dão vida às personagens.

Um Santo Vizinho (St. Vincent)


Ano: 2014
Realização:
Argumento:
Género: Comédia
Elenco: , ,
Recém-chegada a um novo bairro dos subúrbios, Maggie é uma mãe solteira que faz o que pode por Oliver, o filho de 12 anos. Quando Vincent, o vizinho do lado, se apercebe que o rapaz fica muito tempo sozinho, oferece-se para, em troca de dinheiro, tomar conta dele depois da escola. Maggie, não encontrando melhor solução, aceita. O que ela não imaginava era que o seu novo vizinho, para além de misantropo e hedonista, tinha também uma ideia bastante peculiar sobre como cuidar de uma criança. Determinado a não abdicar do seu modo de vida pouco convencional, Vincent resolve levar Oliver com ele nas suas aventuras, mostrando-lhe as "vantagens" do jogo, da bebida e dos clubes de "strip". Apesar de tudo isso, entre os dois estabelece-se uma amizade muito especial que os beneficiará a ambos e os mudará para sempre. Escrito e realizado por Theodore Melfi, que aqui se estreia na longa-metragem, uma comédia agridoce sobre a amizade, que conta com Bill Murray, Melissa McCarthy, Naomi Watts, Terrence Howard e o estreante Jaeden Lieberher nos papéis principais.

  Fado Camané (Fado Camané)
Ano: 2014
Realização:
Género: Documentário
Carlos Manuel Moutinho Paiva dos Santos nasceu em Oeiras, em 1967. Doze anos depois, vencia a Grande Noite do Fado. Ao longo da carreira, passaria pelos palcos de Filipe La Féria, recriaria António Variações no projecto Humanos, daria voz a música para cinema e, acima de tudo, tornar-se-ia um dos maiores nomes do fado da sua geração. Versatilidade. Emoção. Tradição enriquecida com a dose certa de risco. Tudo isto faz parte da personalidade artística de Camané. E tudo isto se conjuga num filme que oferece uma luz sobre o seu processo criativo. Duas pessoas ocupam lugares determinantes: José Mário Branco, produtor e director musical, e Manuela de Freitas, poetisa. Porque é nesta trindade de música, poesia e interpretação que Camané se destaca e define a sua essência. E é sobre ela que o filme se detém. Em jeito de "fadocumentário", o realizador entra em estúdio e acompanha as gravações do álbum "Sempre de Mim" (2008), registando as cumplicidades, subtilezas e intensidades do trabalho. O resultado é "Fado Camané", que chega às salas de cinema um ano depois da compilação "O Melhor | 1995-2013", disco duplo que reúne os momentos mais marcantes do percurso do fadista, desde a estreia discográfica com "Uma Noite de Fados" (1995). Realizado por Bruno de Almeida – que assinou "Amália, Estranha Forma de Vida" (a propósito do qual conheceu Camané), "The Lovebirds" (em que o seu contributo teve um papel essencial) e também o vídeo de "Sei de um rio" –, "Fado Camané" estreou-se na abertura da secção Heart Beat do DocLisboa 2014.

 Getúlio (Getúlio)


Ano: 2014
Realização:
Argumento: Tereza Frota, George Moura
Género: Drama
Elenco: , ,
Na madrugada de 5 de Agosto de 1954, um atentado no Rio de Janeiro (Brasil) mata o major Rubens Florentino Vaz e fere Carlos Lacerda, jornalista e ex-deputado federal da União Democrática Nacional (UDN), conhecido pela sua forte oposição a Getúlio Vargas, então Presidente da República. Getúlio é então responsabilizado por tentar assassinar um dos seus maiores inimigos políticos. A partir desse momento, ele e os membros do seu Governo são pressionados a renunciar. Apesar da crise, o Presidente mantém-se firme na sua declaração de inocência, recusando-se a abdicar do cargo ou a abandonar o Palácio do Catete. Porém, diante das pressões e exigências da oposição, que não lhe deixa alternativas, Getúlio decide marcar posição de uma forma radical... Com realização de João Jardim, que co-dirigiu o filme "Lixo Extraordinário" (nomeado para um Óscar em 2011), um drama político sobre um dos mais marcantes momentos da História do Brasil. O elenco conta com os brasileiros Tony Ramos, Drica Moraes, Thiago Justino e Alexandre Borges, aos quais se juntam os portugueses Fernando Luís e José Raposo.

Com Todas as Nossas Forças (De toutes nos forces)
Ano: 2013
Género: Drama
Elenco: , ,
Como qualquer adolescente de 17 anos, Julien sonha com uma vida recheada de aventura. Porém, devido a uma paralisia cerebral que o confinou a uma cadeira de rodas desde tenra idade, tudo isso não passa de uma fantasia. Quando descobre que o pai, um homem generoso mas fechado sobre si mesmo, foi em tempos um triatleta, desafia-o a fazerem juntos a competição "ironman", considerada uma das provas de resistência mais difíceis de completar. Apesar de, ao princípio, o progenitor achar a ideia irrealizável, com o passar do tempo percebe que esta pode ser a grande hipótese de criar laços com o Julien. Desse modo, ao longo dos árduos treinos e de uma prova lhe exigirá força para fazer o impossível, pai e filho viverão momentos memoráveis que alterarão, para sempre, a forma como ambos encaram as suas próprias fraquezas… Com os actores Jacques Gamblin, Alexandra Lamy e Fabien Héraud como protagonistas e com Nils Tavernier ("Aurore") na realização, uma história de amor e coragem que se inspira na verdadeira história dos norte-americanos Dick e Rick Hoyt. Em Portugal, o filme conta com o apoio da Associação Salvador e da Federação de Triatlo de Portugal.

Carteiro Paulo: O Filme (Postman Pat: The Movie)
Ano: 2014
Realização:
Argumento: Annika Bluhm, Nicole Dubuc, Kim Fuller
Género: Animação
Elenco de vozes: , ,
Na pacata vila de Valverde, o carteiro Paulo sempre foi uma presença fundamental. A sua entrega ao trabalho e a gentileza que foi espalhando em seu redor sempre foram motivo de alegria para todos os que com ele foram partilhando a sua vida. O que ninguém imaginava era que, para além da inegável vocação para carteiro, ele fosse dotado de uma belíssima voz. É para a mostrar ao mundo que ele decide inscrever-se no "Tu És o Tal", o mais famoso programa de talentos da televisão nacional. Apesar dos seus receios, a sua actuação conquista o coração dos jurados e de todos os que têm o privilégio de o ouvir. O problema surge quando, ao entrar para o programa e se lançar no sonho de se tornar uma estrela, alguém tem de tomar o seu lugar na entrega da correspondência dos habitantes de Valverde. É então que todos vão perceber o quanto a amabilidade de Paulo tinha impacto no seu dia-a-dia… Um filme de animação realizado por Mike Disa ("Capuchinho Vermelho - A Nova Aventura"), que adapta ao grande ecrã a célebre personagem criada por John Arthur Cunliffe, em 1981.
Sinopses: Cinecartaz Público

Filmes de Lisandro Alonso, Jessica Hausner e Bruno Dumont competem no Lisbon & Estoril Film Festival 2014


Foi hoje revelada a programação para o Lisbon & Estoril Film Festival 2014 e que decorrerá de 7 a 16 de Novembro, colocando novamente ênfase na transversalidade entre as várias esferas da Arte. Novamente com convidados de renome, o festival contará com a presença de nomes como Abel Ferrara, Bertrand Bonello, Bruno Dumont, Elia Suleiman, Jean-Pierre e Luc Dardenne, Stephen Frears, Gaspard Ulliel, Willem Dafoe, Nina HossMaria de Medeiros e John Malkovich (estes dois últimos serão alvo de homenagens durante o festival). No domínio das retrospectivas, a programação debruçar-se-á sobre os trabalhos de nomes como Philippe Garrel, Kleber Mendonça FilhoAndrzej Zulawski.

Na competição oficial destaque para a minissérie de Bruno Dumont, P'tit Quinquin; o mais recente filme de Lisandro Alonso, Jauja (vencedor do prémio FIPRESCI na secção Un Certain Regard de Cannes 2014); o regresso do sul-coreano Sang-soo Hong com Hill of Freedom ou dos irmãos norte-americanos Ben Safdie e Joshua Safdie e o seu Heaven Knows What.

Já na secção fora de competição, sempre uma das mais apreciadas do festival, destacam-se as estreias nacionais de Mr. Turner (Palma d'Ouro 2014 de Melhor Actor para Timothy Spall), Saint Laurent (candidato francês ao Óscar 2015 de Melhor Filme Estrangeiro), Deux Jours, Une Nuit (candidato belga ao Óscar 2015 de Melhor Filme Estrangeiro); Pasolini; Winter Sleep (Palma d'Ouro 2014), Black Coal, Thin Ice (Urso de Ouro 2014); The Disappearance of Eleanor Rigby: Them; Miss Julie, Maps to the Stars (Palma d'Ouro 2014 de Melhor Actriz para Julianne Moore) e Mommy (Prémio do Júri no Festival de Cannes 2014).

Mais detalhes do LEFFEST 2014 podem ser consultados no sítio oficial.

Selecção oficial - Competição

  • Hermosa Juventud, de Jaime Rosales
  • P'tit Quinquin, de Bruno Dumont
  • Jauja, de Lisandro Alonso
  • Amour Fou, de Jessica Hausner
  • Silvered Water, Syria Self Portrait; de Ossama Mohammed e Wiam Simav Bedirxan
  • Phoenix, de Christian Petzold
  • Hill of Freedom, de Hong San Soo
  • Queen and Country, de John Boorman
  • Angels of the Revolution, de Aleksej Fedorcenko
  • Dos Disparos, de Martín Rejtman
  • Heaven Knows What, de Ben Safdie e Joshua Safdie
  • Labour of Love, de Aditya Vikram Sengupta

Selecção oficial - Fora de Competição

  • Variações de Casanova, de Michael Sturminger
  • Mr. Turner, de Mike Leigh
  • Saint Laurent, de Bertrand Bonello
  • Deux Jours, Une Nuit; de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne
  • Trois Coeurs, de Benoît Jacquot
  • Pasolini, de Abel Ferrara
  • Welcome to New York, de Abel Ferrara
  • Winter Sleep, de Nuri Bilge Ceylan
  • Pontes de Sarajevo, de vários realizadores
  • Duran Duran Unstaged, de David Lynch
  • Nymphomaniac, de Lars von Trier
  • 20,000 Days on Earth, de Ian Forsyth e Jane Pollard
  • Is The Man Who Is Tall Happy?, de Michel Gondry
  • Dumb and Dumber To, de Bobby Farrelly e Peter Farrely
  • Black Coal, Thin Ice; de Yi'nan Diao
  • The Postman's White Nights, de Andrey Konchalovskiy
  • The Disappearance of Eleanor Rigby: Them, de Ned Benson
  • Miss Julie, de Liv Ullmann
  • Maps to the Stars, de David Cronenberg
  • Mommy, de Xavier Dolan
  • Le meraviglie, de Alice Rohrwacher

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Passatempo Xavier Dolan




Tom, um jovem publicitário, viaja até ao campo a pretexto de um funeral. À chegada, dá-se conta que ninguém sabe quem ele é nem qual a sua relação com o falecido, cujo irmão rapidamente define as regras de um jogo doentio. De forma a proteger a honra da família e a mãe enlutada, Tom tenta manter a paz num lar cujo passado obscuro confere um negrume ainda maior a esta visita à quinta. Estradas compridas, grandes mentiras...

Nos anos 90, Laurence anuncia à namorada, Fred, que deseja tornar-se numa mulher. Contra todas as adversidades, e até contra si próprios, enfrentam o preconceito dos amigos, ignoram as advertências das suas famílias, e confrontam as fobias da sociedade que estão a ofender. Tentam, durante 10 anos, sobreviver a esta transição e embarcam numa viagem épica que, sem que o saibam, poderá custar a Fred e Laurence a sua relação.

Francis (Xavier Dolan) e Marie (Monia Chokri) são grandes amigos. Certo dia, durante um almoço, conhecem Nicolas (Niels Schneider), um jovem do campo acabado de chegar à cidade. À medida que os encontros se sucedem de forma perturbante – reais ou imaginários, os sinais são todos maus – os dois amigos mergulham cada vez mais em fantasias obsessivas em torno do mesmo objecto de desejo. E quanto mais mergulham, mais a sua amizade, que antes parecia inabalável, começa a desmoronar-se sob a pressão da competição pelo novo miúdo do bairro.




A propósito do lançamento de Tom na Quinta em DVD, a Alambique vem dar aos leitores do Split Screen a oportunidade de ganharem os três filmes de Xavier Dolan que já foram lançados comercialmente entre nós.

Assim, temos em jogo três prémios, cada um deles constituído por 3 DVDs, respectivamente de Amores Imaginários, Laurence para Sempre e Tom na Quinta.

Certamente um prémio muito apetecível para todos os que conhecem e gostam do trabalho de Xavier Dolan e a possibilidade de uma descoberta total para aqueles que ainda não tiveram oportunidade de ver qualquer dos seus filmes.

Convidamos todos os nossos leitores a participarem, relembrando que devem ter particular atenção às regras estipuladas.




Regulamento:

- O passatempo decorre até às 23:59 do dia 30 de Outubro, sendo excluídas todas as respostas que chegarem depois desse prazo.
- Cada uma das participações no passatempo deve conter dados únicos relativamente a todas as outras. No caso de se verificar utilização abusiva de dados, todas as participações em incumprimento serão excluídas do sorteio.
- Os premiados serão escolhidos entre todos aqueles que apresentarem uma participação válida e a escolha será definitiva a menos que se apresente um caso de fraude.
- A escolha é feita através de um sistema de selecção aleatória disponível online.
- O Split Screen reserva-se o direito de fazer uma selecção das respostas validadas quando se apresentarem circunstâncias duvidosas da legitimidade da origem das mesmas.
- Além da correcção das respostas às questões lançadas, também o preenchimento dos dados pessoais são factor de exclusão, devendo por isso corresponderem às normas como são solicitados.
- A morada usada para participação deve corresponder à morada de residência do participante. O Split Screen reserva-se o direito de exigir um comprovativo de morada aos vencedores para validar a entrega do prémio.
- O nome dos vencedores será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Em caso de não concordar com alguma destas regras, deverá abster-se de participar.
- O presente regulamento não substitui o conjunto de regras gerais definido para todos os passatempos do blogue, que deve ser consultado na secção "Termos e Condições" para qualquer dado omisso ou qualquer caso de dúvida.


Ron Clements e John Musker realizam "Moana" para a Disney


Os realizadores Ron Clements e John Musker (The Little MermaidAladdin e The Princess and the Frog) serão os responsáveis pelo próximo filme para os estúdios Disney. Intitulado Moana, o filme decorre há dois mil anos atrás, seguindo Moana Waialiki, uma jovem apaixonada por viagens marítimas filha de um chefe da comunidade e descendente de uma longa linhagem de navegadores. Quando a família precisa de ajuda, ela embarcará numa jornada pelo oceano aberto que envolverá semi-deuses como Maui, deslumbrantes mundos debaixo de água e espíritos inspirados na mitologia Maori.

Moana utilizará uma nova técnica de animação que mistura 3D e 2D e estreará nos cinemas no final de 2016.

FOX encomenda nova série antológica de terror a Ryan Murphy


Com o fim anunciado de Glee, o canal FOX encomendou a Ryan Murphy uma nova série antológica de terror. Ian Brennan (Glee) e Brad Falchuk (American Horror Story) juntam-se também como criadores do projecto.

Intitulada Scream Queens, cada temporada contará uma história diferente, explorando a comédia e o terror, sempre protagonizada por duas personagens femininas. A primeira temporada gira em torno de uma série de assassinatos que acontecem numa faculdade.

Canal SyFy renova "Z Nation" para uma segunda temporada


O canal SyFy anunciou a renovação de Z Nation para uma segunda temporada. A série ambienta-se três anos depois de uma praga zombie atacar a população norte-americana.

Ainda com a primeira temporada em exibição, a série tem registado a média de 1,43 milhões de espectadores. Desconhece-se o número de episódios encomendados para a segunda temporada de Z Nation.

Lista de pré-nomeados ao Óscar 2015 de Melhor Curta Documental


A Academia norte-americana de Artes e Ciências Cinematográficas revelou uma lista de oito pré-nomeados ao Óscar 2015 na categoria de Melhor Curta Documental. Os membros do ramo documental da Academia seleccionaram estes trabalhos de uma lista de 58 entradas elegíveis. Em 2014, o vencedor da categoria foi The Lady in Number 6: Music Saved My Life.

  • Crisis Hotline: Veterans Press 1
  • Joanna
  • Kehinde Wiley: An Economy of Grace
  • The Lion's Mouth Opens
  • One Child
  • Our Curse
  • The Reaper (La Parka)
  • White Earth

Os oito pré-nomeados serão reduzidos a cinco nomeados, a serem anunciados a 15 de Janeiro. A cerimónia oficial dos Óscares 2015 decorrerá a 22 de Fevereiro.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Vencedores do passatempo "Sara Prefere Correr"


Os vencedores dos convites duplos para a antestreia de Sara Prefere Correr são:

Dia 21 de Outubro (Terça-feira) - Lisboa | Cinema Medeia Monumental, às 21h45
André Vital Melo
Bárbara Rodrigues de Almeida
Gonçalo Miguel Rocha Ferreira
João Maria Mateus Palmeiro
Manuel António Pereira
Nélia Cristina Martins Santos
Nuno Filipe Vasconcelos Captivo Gonçalves
Pujá Dilipa Gaunço Dessai
Sara Margarida Milheiro de Melo Marinho
Tiago Garcia Goulart

Parabéns aos vencedores!

Russo "Leviathan" vence o Festival de Londres 2014


O filme Leviathan, do russo Andrey Zvyagintsev, venceu o BFI London Film Festival 2014. Candidato da Rússia ao Óscar 2015 de Melhor Filme Estrangeiro e vencedor do prémio de Melhor Argumento no Festival de Cannes, foi o vencedor unânime do prémio de Melhor Filme.

O ucraniano The Tribe foi considerado o Melhor Primeiro Filme da competição.

Melhor Filme
Leviathan, de Andrey Zvyagintsev

Menção Especial
Girlhood, de Céline Sciamma

Melhor Primeiro Filme
The Tribe, de Myroslav Slaboshpytskiy

Menção Especial
Theeb, de Naja Abu Nowar

Melhor Documentário
Silvered Water, Syria Self-Portrait; de Ossama Mohammed e Wiam Simav Bedirxan

Melhor Revelação Britânica
Sameena Jabeen Ahmed (actriz) em Catch Me Daddy

BFI Fellowship
Stephen Frears

sábado, 18 de outubro de 2014

Heimat: Crónica de Uma Nostalgia, por Tiago Ramos

Realização: Edgar Reitz
Elenco: Jan Dieter Schneider, Antonia Bill, Maximilian Scheidt, Marita Breuer, Rüdiger Kriese

Na década de oitenta, o cineasta alemão Edgar Reitz iniciou o fascinante projecto de, numa minissérie de mais de cinquenta horas, seguir a jornada de uma família alemã pelo período convulsivo do século XX no país. Cerca de vinte anos depois do início desse projecto, o cineasta volta a recuperar a história daquela família, mas no século anterior, numa altura em que a pobreza severa no ambiente rural da Alemanha levou muitos a procurar melhores condições em países como o Brasil. Mais do que fazer analogias irónicas com a condição actual da Alemanha, há que destacar a vontade de Edgar Reitz (nos seus 82 anos) em tornar transversais os modelos de produção de cinema e televisão e ter a noção que estes não são estanques, mas sim em constante mutação.

Dividido em duas partes (apenas por uma questão logística, dados os seus 225 minutos de duração), Heimat: Crónica de Uma Nostalgia é a epopeia de uma família, mas também de um país que nos últimos anos vive uma história completamente oposta. Através de uma belíssima direcção de fotografia a preto e branco (apenas pontualmente colorida, quase sempre simbolicamente) e com o uso da steadycam, o filme rapidamente remete para o cinema de Béla Tarr, também pela forma franca, crua e rotineira com que segue esta família. A moral do retrato que se faz aqui é quase única e exclusivamente fruto da mente do espectador, já que Edgar Reitz apenas tenta assumir o lado quotidiano daquelas personagens, reconstituindo também uma visão de época, através das noções sociais e de trabalho naquela comunidade rural. Sobretudo nota-se a nostalgia do autor em recuperar um tempo perdido, em recordar um passado, onde se assumem razões mais facilmente sentimentais que sócio-políticas. Um evento cinematográfico, não só pela raridade de vermos produção cinematográfica alemã a chegar às nossas salas de cinema, mas também pela revisitação de uma memória rural que é também ela fascinante, pela reconstituição de um interessante período histórico.


Classificação:

Ridley Scott produzirá série baseada no livro "The Hot Zone", sobre o vírus Ébola


Os produtores Lynda Obst (Hot in Cleveland), David Zucker (Scary Movie 5) e Ridley Scott (The Good Wife) estão a trabalhar na adaptação televisiva do livro The Hot Zone, de Richard Preston. Embora os direitos tenham sido adquiridos há vinte anos atrás, os recentes eventos mundiais fizeram com que a produção começasse a ser planeada.

O livro segue a história de incidentes envolvendo febres hemorrágicas virais, particularmente o vírus Ébola, que subitamente aparece nos subúrbios de Washington, D.C., sem que haja qualquer cura e com uma taxa de mortalidade de 90% em apenas poucos dias.

O The Hollywood Reporter revela que Jeff Vintar (I, Robot) encontra-se a escrever o argumento para FOX TV Studios, com o autor Richard Preston como consultor.

Comentários recentes no blogue

Powered by Disqus

Receive all updates via Facebook. Just Click the Like Button Below

?

You Can also Receive Free Email Updates:

Powered By NBT