domingo, 11 de julho de 2010

Golpe de Artistas, por Carlos Antunes


Título original: The Maiden Heist
Realização:
Peter Hewitt
Argumento:
Michael LeSieur
Elenco:
Christopher Walken, Marcia Gay Harden, Morgan Freeman e William H. Macy

Eis que estreia uma grata surpresa. Ainda que o seu elenco seja de excepção, as credenciais de Peter Hewitt - Garfield e Zoom - a par de uma história talhada para cair na comédia tola do filme de assalto mal concretizado, não prometiam nada de novo e muito menos de interessante.
Mas prova-se aqui, mais uma vez, que o elenco é muitas vezes o prodígio de um filme, transformando o corriqueiro - felizmente que não o medíocre negando as piores expectativas - senão no soberbo, pelo menos no distinto.
Quatro performances brilhantes e uma química genuína são a chave para tão decisiva alteração.


A de Christopher Walken, como sempre, enchendo o ecrã sem quase nada precisar de fazer para isso, a concretizar a comédia sendo habitual onde se esperava uma invenção.
A de Morgan Freeman discreta e respeitosa para com a homossexualidade latente da sua personagem que por existir numa personagem a que ele dá corpo tem uma graça natural.
A de William H. Macy, com o seu cabelo à escovinha misto de "militar de papelão" americano e um Manelito conservador a esconder uma curiosa ambiguidade sexual.
A de Marcia Gay Harden, secundária de luxo como quase sempre, a roubar os momentos que tem para ela com uma construção caricata mas não vulgarizada pelo exagero.


A comédia que eles protagonizam percorre os momentos habituais dentro do género, mas sem exagerar ao ponto do embaraço.
Muitas vezes, pelo contrário, a comédia não está lá, são os actores que a inventam no jogo de palavras e gestos que partilham.
Um filme que, sem comédia, até podia ser um heist movie inusitado e original.


Nota ainda para um momento muito original no interior do filme, feita em animação stop-motion. Não é de uma relevância extrema para o filme, mas fica muito bem colocado.
A surpresa faz-se assim, partindo da falta de expectativas mas apesar de tudo olhando para os nomes sonantes e crendo que eles farão a diferença.



Sem comentários:

Publicar um comentário