terça-feira, 19 de março de 2013

The Tall Man - O Homem das Sombras, por Tiago Ramos


Título original: The Tall Man (2012)
Realização: Pascal Laugier
Argumento: Pascal Laugier
Elenco: Jessica Biel, Jodelle Ferland, William B. Davis, Stephen McHattie e Samantha Ferris

Se com Martyrs (2008), percebemos as capacidades do francês Pascal Laugier em criar um horror survival movie, com um arrojo e crueldade suficientes para marcar a sua diminuta carreira, as expectativas para o seu novo trabalho talvez estivessem mais elevadas. Daí que quem esperasse aquela intensidade na criação da tensão e na forma fria com que conduziu a trama, talvez facilmente se desiludisse com este The Tall Man. Mas o jovem realizador segue um caminho e formato diferentes, construído um thriller bastante competente, mas sobretudo focado num suspense psicológico que funciona maioritariamente quando conectado à componente dramática da história. Daí que a primeira parte da trama acabe por ser importante para estabelecer a construção narrativa comum e induzir o espectador na crença de um formato banal que habitualmente rege este género contemporâneo. Um jogo de previsibilidades que é incutido ao espectador, para num curioso jogo de ambiguidades lhe retirar a certeza da previsibilidade e transformar o filme num género diferente do que havia construído até ali. E rapidamente passamos de um thriller com uma componente sobrenatural (e que o próprio título antecipava) para uma conspiração de intrincados níveis sociais, transformando a protagonista (uma Jessica Biel bastante competente na sua personagem, já que a narrativa lhe oferece a oportunidade de uma interpretação em duas vertentes distintas) no oposto que a história havia feito crer.

Daí que essa reviravolta sirva para desarmar o espectador, aparentemente mais ou menos cheio de certezas e que Pascal Laugier inteligentemente subverte. No entanto e apesar dessa reviravolta resultar, a narrativa na segunda metade da história nem sempre se consegue suportar a si própria, porque a dada altura ou torna-se demasiado confusa ou tende a forçar o debate de um modo moralista. E esse forçar contraria a intenção de subversão que o realizador havia conseguido manter até ali. Mesmo assim, The Tall Man - O Homem das Sombras tem capacidade suficiente para interessar as suas audiências, mantendo uma interessante consistência. O seu problema, porém, parece tornar-se frequente em muito do cinema contemporâneo, especialmente do género (até como aconteceu com o recente Mama) e envolve a necessidade de subestimar as capacidades do espectador, ignorando o poder da sugestão e tornando-se auto-explicativo.


Classificação:

Sem comentários:

Publicar um comentário