sábado, 4 de abril de 2009

DVD: Capuchinho Vermelho - A Verdadeira História



Título original: Hoodwinked! (2005)
Realização: Cory Edwards e Todd Edwards
Argumento: Cory Edwards e Todd Edwards
Elenco (vozes na V.P.): Inês Castel-Branco, Simone de Oliveira, Luís Esparteiro, João Lagarto e Vítor de Sousa

Capuchinho Vermelho - A Verdadeira História
(Hoodwinked!) é um filme de animação de 2005, que revoluciona a tradicional história da menina e e do lobo mau. Desde Shrek, que surgiu no ano de 2001, que se tornou comum o hábito de parodiar os contos infantis e o filme aproveitou esse mote.

O filme de animação conta uma história moderna do Capuchinho Vermelho, ao melhor estilo policial, com um menina respondona, um lobo jornalista infiltrado, uma avozinha radical e um lenhador que… não passa de um actor. Depois das receitas de doces do bosque estarem a ser roubadas e do Lobo Mau ter entrado na casa da avozinha, o filme foca-se nos depoimentos das personagens, com o bónus de todas elas assentarem em perspectivas diferentes.

É verdade que à partida o filme desilude pela qualidade (ou falta dela) da animação. Não é um filme da Pixar e isso nota-se. As animações não são tão bem construídas e notam-se defeitos nos movimentos ou nas expressões das personagens, tal como no cenário. Mas vindo de uns estúdios praticamente desconhecidos na indústria da animação, podemos dizer que até não se saíram mal de todo.

O argumento é bastante divertido e inteligente. Ao início o espectador fica um pouco desconfiado, mas acaba por se deixar levar pela perspicácia e agilidade verbal e mental do Capuchinho Vermelho, longe da atitude inocente e submissa da tradicional. Aliás, esta Capuchinho Vermelho poderia ser qualquer criança moderna: inteligente, mordaz e bastante rebelde.

O Lobo Mau é outra personagem que surpreende. Longe de ser a personagem má da história, o Lobo Mau é afinal um jornalista infiltrado que tenta descobrir quem roubou as receitas dos doces. Afinal, tudo não passou de um mal-entendido e o Lobo não é tão mau como parecia. A Avozinha também não é aquela a que estamos habituados. Ao invés de ser aquela velhinha indefesa, é uma senhora amante de desportos radicais e que mantém uma vida dupla, perante a sua neta.

Duas personagens suplementares e que marcam também o filme são o Sapo Inspector e o Bode, que nos trazem algumas situações caricatas e hilariantes.

O argumento tem como base a utilização de piadas inteligentes e nada ingénuas, ao contrário daquilo a que normalmente estamos habituados nos filmes de animação. Por vezes, o humor chega a ser mordaz e irónico, facto que actua como vantagem para o filme. O ponto negativo é acima de tudo e além da qualidade da animação, a banda sonora. Pelo menos na versão portuguesa, as canções (algumas delas escritas pelo Gomo) têm músicas e letras rídiculas e que pouco se ajustam ao género de filme. É lamentável que um argumento divertido como este, tenha de ser manchado por estas canções.

A salientar, mais uma vez, é a qualidade da dobragem portuguesa (a que já nos tem habituado), que com vozes conhecidas de todos nós, nos divertem. O uso e abuso de interjeições cómicas e de várias pronúncias, incluindo a do Norte, tornam tudo ainda mais propenso a gargalhadas.

Hoodwinked! não é propriamente um filme para todas as crianças, pois apresenta uma série de piadas que não serão de fácil compreensão para os mais novos, mas poderá ser visto com o acompanhamento dos pais, especialmente para uma familiarização maior com as personagens. Um filme de animação série-B, mas que merece um visionamento mais atento, sem dúvida.

Classificação:

Extras:



  • Selecção de Capítulos
  • Entrevistas
  • TV Spots
  • Em Rodagem
  • “Os Bichos Também Sentem” por Gomo


Classificação dos Extras:

blog comments powered by Disqus

Comentários recentes no blogue

Powered by Disqus

Receive all updates via Facebook. Just Click the Like Button Below

?

You Can also Receive Free Email Updates:

Powered By NBT